Menu

CIGARRO ELETRÔNICO

Cigarro Eletrônico para Parar de Fumar.

O cigarro eletrônico foi criado para as pessoas largarem o cigarro convencional, mas como isso seria possível?

Simples, o cigarro convencional é uma forma criada para administrar uma droga, a nicotina, que é altamente viciante, o problema é que, para o usuário ter acesso à nicotina, deve ser feita a combustão do material, o que ocasiona na inalação de várias outras substâncias nocivas ao corpo, fora que grande parte das fabricantes de cigarro adicionam inúmeros conservantes em seus produtos, aumentando o nível de dependência do usuário. O cigarro não causa só problemas pulmonares, ele debilita o sistema imunológico, aumenta o risco de ataques cardíacos e derrames, diminui o paladar e produz mau hálito, inflamação na gengiva e perda de dentes, além de provocar outros problemas ao fumante.

Ainda, existe o fumante passivo, que é aquele que convive com pessoas que fumam cigarro, sofrendo também com os efeitos do tabagismo, mesmo que indiretamente. Além dos problemas de saúde, o cigarro causa problemas na aparência, pois sua fumaça tem um péssimo odor, e as pessoas tendem a se distanciar de pessoas fumantes, já que a roupa e o cabelo acaba ficando com o cheiro de fumaça de cigarro. 
,
O cigarro eletrônico, como dito antes, foi criado para que as pessoas largassem o cigarro convencional, pois não existe queima e ele não produz fumaça, mas sim vapor, que é menos prejudicial à saúde. Para a pessoa ter acesso à nicotina, ela deve adquirir um e-liquid, o que é a “essência” utilizada nos cigarros eletrônicos, produzida com produtos da indústria alimentícia e com adicionais, como nicotina e saborizadores. Como os níveis de nicotina dos e-liquids são variados, a pessoa que deseja parar de fumar pode escolher um e-liquid de alto teor de nicotina, e, ao passar do tempo, diminuir o nível de nicotina até que chegue a 0 de nicotina. Por não haver queima de nenhum tipo de material, a pessoa não “traga” outras substâncias, pelo fato de não existir fumaça e sim vapor, que não possui odor, não deixa cheiro em roupas ou no cabelo.
 

Como funciona um Cigarro Eletrônico?

Existem vários tipos e formatos de cigarros eletrônicos, podendo ser de diversas marcas, cores, potências e tamanhos, porém seu funcionamento é igual em todos.

- Mod: é a unidade em que se conecta o atomizador e insere as baterias. Geralmente o Mod possui um painel de controle para fazer a configuração de seu aparelho.


- Atomizador: é a parte do cigarro eletrônico em que se coloca o e-liquid, a resistência e o algodão ou “coil head” (resistência pronta). As resistências podem ter variações de quantidade suportada, dependendo de cada fabricante e modelo.

 

Existem os cigarros eletrônicos AIO (All in One ou Tudo em Um), em que o atomizador e o Mod estão no mesmo corpo e, normalmente, a bateria é selada (integrada), tendo como vantagem a portabilidade.


Como funciona um Cigarro Eletrônico?

O cigarro eletrônico aquece a resistência do atomizador, a qual está coberta por um algodão encharcado de e-liquid. O e-liquid passa a ser vapor, que é tragado pelo usuário, não existindo a queima de material nem a produção de compostos nocivos à saúde.

 

Qual o preço de um Cigarro Eletrônico?

O Cigarro Eletrônico pode ter um preço assustador no começo, mas já se perguntaram quão caro é fumar cigarro?
.
VAMOS ÀS CONTAS!
.
Suponha que você fume 1 carteira de cigarro por dia e cada carteira custa R$10,00 = 30 Dias x R$10,00 por carteira = R$300,00 gastos ao mês com cigarro. Se você fuma 2 carteiras por dia, pode chegar a gastar R$600,00 em cigarro!
.
Agora vamos ao cigarro eletrônico!
.
Um cigarro eletrônico para iniciantes custa em média R$285,00, junte isso a um E-liquid de 120ml (dependendo do uso dura até 1 mês e meio) por, em média, R$110,00 = R$385,00 (sem frete).
.

Parece caro, mas veja as vantagens:

  • Só se compra o cigarro eletrônico uma vez, depois é só comprar o e-liquid.
  • O aparelho pode ser comprado via parcelamento.
  • Existem aparelhos e e-liquids mais baratos, basta achar um de seu gosto!
Vamos novamente às contas!
Em 3 meses de cigarro comum, gastando R$300,00 ao mês resulta no total de R$900,00. Um cigarro eletrônico + 120ml de e-liquid = R$385,00, mais um e-liquid por mês 2 x R$110,00 resultará no total de R$605,00 (sem contar o frete).
Em 3 meses, você economizou R$297,00. Em 6 meses a economia sobe para R$865,00. Por isso, volte a ter uma vida saudável, sem cigarros e com grana no bolso!

 

Cigarro Eletrônico Faz Mal?

Pesquisas na Europa e nos Estados Unidos mostraram que existem muito mais benefícios em usar os cigarros eletrônicos do que malefícios! Os cigarros eletrônicos não produzem chamas e não produzem compostos químicos que causam doenças respiratórias. Você pode escolher e-liquids sem nicotina ou pode usar os cigarros eletrônicos para aromaterapia!